Como superar os desafios da dificuldade de contratação?

Em enquete recente, percebemos que a maior dificuldade enfrentada pelas empresas da Construção Civil tem sido a contratação de profissionais qualificados. No dia a dia do LigaJobs, conduzindo processos seletivos para o setor, temos o mesmo desafio. Ao anunciar uma vaga, já não recebemos currículos em quantidade e qualidade semelhante ao que tínhamos há 2 anos.

O setor não desaqueceu durante a pandemia, aliás, muito pelo contrário. Teve forte atividade com grande volume de contratações e os profissionais mais qualificados foram absorvidos pelo mercado rapidamente. Para enfrentar esse momento, algumas estratégias podem ser eficientes, tais como:

Entrar no jogo das cadeiras

Quem nunca perdeu um colaborador para a concorrência? E quando isso acontece, pode-se usar a mesma estratégia: buscar o substituto empresas semelhantes à sua.

Entretanto, não é uma tarefa fácil. Geralmente, concorrentes também se relacionam no mercado e roubar o colaborador do próximo pode ser um pecado mortal e abalar esse relacionamento. Há também aqueles que não sabem como localizar e abordar profissionais que não estão por aí a procura de emprego.

Por isso utilizar serviços de Head Hunting de empresas de RH especializadas pode ser a solução. Além de terem técnicas específicas para isso, mantém o anonimato da empresa contratante até o momento ideal para que cause menos incômodo aos concorrentes.

Vale lembrar que, ao entrar no jogo das cadeiras, a empresa também entra na negociação de salários. Profissionais empregados buscam melhorias em sua remuneração para compensar a troca. Algo natural, mas que nem sempre é possível arcar com valores acima das suas expectativas e do equilíbrio interno.

Contratar potencial e não um profissional 100% preparado

Ao fazer o levantamento do perfil do candidato ideal das vagas do LigaJobs, vemos que os clientes querem pessoas prontas para entrar jogando. Só que no mercado aquecido, profissionais prontos e disponíveis são raridade.

Uma alternativa é privilegiar potencial ao invés de 100% de capacitação técnica. Busque pessoas com perfis comportamentais adequados para superar a falta de conhecimentos técnicos rapidamente e que se adeque bem a cultura da sua empresa. Adquirir conhecimento técnico ou experiência prática é imensamente mais fácil do que mudar comportamento.

Formar pessoas dentro de casa

Ajuda a ter pessoas prontas para aumentos de atividades ou perda repentinas de talentos. Porém, é uma estratégia de longo prazo, requer preparação.

Contrate profissionais juniores e vá capacitando com o tempo, expondo-os a atividades mais complexas aos poucos até tê-los prontos para assumir posições mais sêniores. Quando houver uma movimentação natural na equipe, promova quem está sendo preparado e reponha com profissionais júniores e alimente o ciclo da capacitação.

 


 

E você? Quais estratégias você usaria ou tem usado para minimizar a dificuldade de contratar profissionais?

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.